Como Hollywood vilipendia um povo

Trecho de “Desorientar-se é fundamental”, escrito por Felipe Arruda para o primeiro número do fanzine Pretexto (lançamento previsto para o mês de abril).

“No cinema de Hollywood, os terroristas são, inevitavelmente, árabes. Jack Shaheen, professor da Universidade de Illinois, chegou a analisar mais de 900 aparições de árabes em filmes. Dessas, apenas 12 retratavam árabes de maneira positiva e outras 50 com neutralidade. O estudo virou livro e documentário: Reel Bad Arabs: How Hollywood Vilifies a People.”